Paróquia da Sagrada Família

Paróquia da Sagrada Família

Tomboko (1984)
Paróquia da Sagrada Família / C.P. 1326, Luanda
Tel.: 926093128

 

Histórico da Missão

A fundação da missão deu-se em três etapas:

 

1a ETAPA
Em 1935, chegaram no Nzeto os Padres António Rodrigues Pintassildo e Ernesto, de nacionalidade Portuguesa, pertencentes a Congregação do Espírito Santo “CSSP” (Espiritanos). Não achando lugar apropriado para implementar a agricultura, para o auto-sustento do internato e não só, avançam para Tomboco. Em contacto com o chefe do Posto e dois mas velhos naturais, são lhes cedido um lugar numa área em que se chamava “N’Si a Dezo” que quer dizer “Terra de Deus”. A Missão é fundada em 1936 com o nome de Ambrizete (Missão Católica no Tomboco), cuja padroeira foi Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Passaram nesta Missão vários Missionários, entre estes destacamos: Pe. António Rodrigues Pintassildo (Fundador), Ernesto, Rocha, Lourenço, Crispim, Marcial, João Besseling, Luciano e João Viceres, de diferentes nacionalidades. Nesta etapa fundacional é de se sublinhar também que o Pe. Pintassilgo foi acompanhado por uma leiga, vindos de Cabinda, tinham o zelo e a dedicação pela educação das crianças, començaram assim com o Internato Misto (Rapazes e Raparigas), dando uma educação cristã e humana. O Padre Pintassilgo, sentindo a necessidade de aprofundar a formação das crianças, recorreu à Congregação das Irmãs de São José de Cluny, pedindo ajuda.  Não tardou a resposta, o pedido foi aceite! Em 1954, chegaram as primeiras Irmãs de São José de Cluny, entre estas destaca-se a presença da Ir. Maria Bernardete Puna, SJC; natural de Tomboco.

2a ETAPA
Em 1961, com o inicio da Luta Armada, a missão foi interrompida! Ficando assim sob a orientação dos Catequistas até 1964, altura em que chegam os Padres Capelães, assumindo assim a administração de alguns sacramentos e celebrações até 1975, data que marca a Independência Nacional. Poucos anos depois, chegam os primeiros Missionários do Verbo Divino no Nzeto, dos quais Padres João Musial, Jorge e Estinislau. Todavia, os Municípios de Nzeto e Tomboco, faziam parte de uma única Missão (Missão Católica de Ambrizete no Tomboco).

3a ETAPA
Em 1980, o Bispo de Uíje – Carmona e Salvador (Uíje e Mbanza Kongo), Dom Francisco de Mata Mourisca, chama os Missionários do Verbo Divino, para assumirem a cura das almas de Tomboco, assim sendo, chegam os Missionários do Verbo Divino, dos quais: Pe. Artur e Pe. Gabriel, funda-se assim a Missão de Tomboco. desde 1980, até hoje, passaram vários Missionários, dos quais: Pe. Gabriel, Artur, António Rebelo, Joares Durte, Raimundo, João Musial, Gustavo Villavicencio e Bento Sindula, etc.
Actualmente, a Missão de Tomboco, conta com a presença de três Missionários do Verbo Divino: “Pe. José César Marcelino; Pe. Edward Wegrzyn; Frater Juan Pablo Gómez” e três Irmãs de São José de Cluny: “Albertina Natali, Maria Bernardete Puna e Constantina Helena”.
Desde o início, até os dias de hoje (2013), o nosso serviço Missionário visa a auto superação das dificultades do povo santo de Deus, respondemos às necessidades dos fiéis com maior dedicação e meios disponíveis.

Feito em Tomboco, aos 21 de Maio de 2013.

Pe. José César Marcelino.